;

Panorama da hotelaria brasileira - prévia do 3º trimestre de 2009

Em linha com as expectativas do mercado, a prévia do Panorama da Hotelaria Brasileira mostra indícios de recuperação de alguns mercados nacionais diante os efeitos da crise econômica no desempenho hoteleiro de 2009.
Pedro Cypriano

O levantamento preliminar do desempenho da hotelaria brasileira mostra que os principais mercados nacionais têm reagido de forma diferente à crise econômica.

Na média geral das cidades analisadas, apesar da queda da taxa de ocupação hoteleira (-3,7%), ainda em virtude da crise, o RevPAR (receita por apartamento disponível) continuou crescendo (+1,7%) em comparação com o 3º trimestre de 2008 devido ao aumento das diárias (+5,6%). A recuperação da demanda já se mostra nesse 3º trimestre, em comparação com os primeiros 6 meses de 2009, quando a ocupação hoteleira apresentava queda de 8,1%.

Diferentemente do que ocorreu no primeiro semestre de 2009, o mercado do Rio de Janeiro apresentou aumento na demanda e leve redução da diária média. Esse efeito de redução da diária foi provocado pelo baixo valor do dólar em um período de alta temporada do público internacional. Ainda assim o aumento da ocupação dos hotéis superou a queda na diária média, fazendo com que a receita de hospedagem na cidade apresentasse um aumento bem acima da média apresentada pelas outras cidades.

Em São Paulo, o 3º trimestre apresentou resultados muito similares aos que vinham se desenhando no primeiro semestre, porém com uma pequena melhora. Por ser quase exclusivamente dependente dos segmentos de negócio e eventos, o corte de despesas com viagens corporativas continua afetando a ocupação hoteleira no 3º trimestre (-7,7%). Como o mercado manteve os aumentos de diária média (+9,0%), o RevPAR pôde apresentar um pequeno incremento (+0,6%).

Já Salvador continua sendo afetado pelos efeitos da crise, porém de forma mais amena que durante o 1º semestre. A demanda por hospedagem na cidade apresentou uma redução muito menor que durante os 6 primeiros meses do ano, ainda provocada pela redução de eventos e negócios. Como a diária média apresentou um incremento leve, a receita de hospedagem da cidade sofreu uma pequena redução (-1,1% de RevPAR).

Para o último trimestre, as expectativas para a hotelaria no Brasil são de recuperação, apesar de a volatilidade do câmbio continuar afetando o mercado. Os sinais de aquecimento da economia nacional já foram sentidos no 3º trimestre, e serão ainda mais efetivas nos últimos 3 meses de 2009. No acumulado do ano, é provável que o faturamento do setor seja maior ao de 2008. Aguarde a próxima edição do Boletim HVS Brasil e confira essas tendências.

Para mais informações, contate nossos consultores por meio do telefone (11) 3093-2743 ou pelo site www.hvs.com, no qual está disponível a edição completa do Panorama da Hotelaria Brasileira, com dados históricos de desempenho até 2008 e perspectivas para 2009.

--------------------------------------------------------------------------------

* Amostra analisada: Rio de Janeiro (3.564 UHs), São Paulo (7.877 UHs) e Salvador (4.213 UHs). Variação de diária e RevPAR sobre valores nominais.


Pedro Cypriano, Consulting Director of HVS Sao Paulo, has extensive knowledge of the Latin American hotel market, as well as relevant experience in projects in Europa, Asia, and Africa. Over the past 10 years, Cypriano has been involved in more than 250 projects in global hospitality and tourism consultancies, and distinguished research institutes. As an executive of HVS, Pedro has led development plans for hotel chains, brand & management selection and contract negotiations, structuration of mixed-use complexes, business plans for investment funds, as well as hundreds of market studies, valuation and feasibility analysis for hotels and resorts. He is the author of the book "Hotel Development in Brazil: market overview and perspectives", published by Senac, and guest panelist of leading universities. Pedro has a MBA from Insper Business School, a Master degree in Hotel Development from University of Alicante (Spain), a specialization in Finance from Saint Paul Business School and a Bachelor degree in Tourism from University of Sao Paulo (USP). Contact: pcypriano@hvs.com.

0 Comments

Submit a Question or Comment